Você adicionou um produto ao carrinho
Continuar Comprando! Fechar Compra!
Relato 3 - Evocando Glasya Labolas
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Relato 3 - Evocando Glasya Labolas

.

Terceira evocação: 14/02/89, 22:00 — 23:20
Espírito: GLASYA LABOLAS, evocado por GosaA

Especificação do Intento
Abbadon: “influenciar os argumentos de amigos para aliar-se a mim e confundir os
argumentos de inimigos que aparecerão neste Sábado, em um local específico.”

Organização: Desta vez, nós experimentamos com o ritual ‘Abertura dos Vórtices’, como uma evocação preliminar, e Abbadon auxiliou nas evocações utilizando um cântico baseado no nome do demônio, GLAZ IAL LABOLAS.
A razão lógica por trás dessa intenção era a de que Abbadon compareceria a uma conferência pagã no final de semana, e por conta dos atuais insultos satânicos e os resultados dos argumentos anteriores, estava esperando uma grande quantidade hostilidades dirigidos a ele. Este intento foi visto como um teste das habilidades de Glasya Labolas de agitar situações.
Ao deslacrar os vórtices, tivemos a impressão de a sensação de poder e tensão aumentava dentro da sala. Tanto GosaA quanto Abbadon experimentaram a sensação de ‘ondas de energia agitadas se expandido e distorcendo a esfera do ritual’, o qual é um efeito colateral notoriamente experimentado neste rito. Tão logo os vórtices foram desselados, um vendaval subitamente soprou ao redor da casa. Abbadon começou a entoar o mantra, e ambos sentiram uma espécie de tremular ao redor do círculo.
Abbadon viu Glasya Labolas como uns tornados dentro do triângulo, em seguida,
ambos o viram vagamente como um cão comandado por uma criatura. Os dois tiveram a forte impressão que a energia introduzida dentro da sala pelos vórtices estava de algum modo impedindo a manifestação de Glasya Labolas dentro do triângulo. Abbadon teve uma breve visão de uma caveira no deserto. Abbadon selou os vórtices em seguida. O efeito imediato foi que o vendaval cessou e os dois viram Glasya Labolas como um humanóide com cabeça de cão com orelhas arredondadas. Abbadon o descreveu como
tendo pele de cor preto-azeviche, sem genitais, com uma cabeça com aspectos quase metálicos. GosaA saudou o espírito e apresentou-lhe a intenção no momento em que os dois viram-no ajoelhar-se levemente e curvar sua cabeça. Ambos tiveram a sensação de que Glasya Labolas não tinha expressividade emocional, ele mostrou-se neutro e indiferente (isto foi uma diferença direta com relação à Vassago, o qual se apresentou como o ‘velho Steptoe’ demoníaco).
Abbadon pediu para que Glasya Labolas mostrasse para GosaA uma visão de onde
Abbadon estaria no tal dia, (e viu) um prédio repleto de grama em torno dele, em seguida, uma construção mais antiga, com uma luz colorida no interior desta, com um quadro com diversas injúrias ao seu redor. De qualquer forma, foi algo impreciso. Logo após, Abbadon repetiu o intento, adicionando que Glasya Labolas poderia tomar para si, se realizasse sua incumbência satisfatoriamente, “os corações de meus inimigos” e neste momento ambos notaram que Glasya Labolas indicara emoção e interesse. GosaA viu um close (imagem aproximada) do rosto dele & experimentou um sentimento exultante de fineza e cuidado, enquanto Abbadon viu em close a imagem de um maxilar canino, agitado para mostrar os dentes, e um vermelho cintilante na imagem de seus olhos.
Após a primeira Licença para Partir, Glasya Labolas desapareceu, porém sua presença ainda foi sentida na sala, então a Licença para Partir foi repetida uma segunda vez.

Comentários: Glasya Labolas mostrou uma qualidade predatória fortemente selvagem & estranha. Algo próximo de ser um atavismo africano. Um princípio muito mais ativo, em vez de um passivo mostrador de visões, como Vassago. A conferência da PL (PaganLink),
acabou sendo uma sátira desanimada. Abbadon tornou-se inebriante, não houve nenhum argumento importante, e também nada de construtivo foi produzido na reunião.
Se alguma coisa serviu para semear as sementes de um novo aborrecimento para
Abbadon, foi ele ter de resistir às atenções amorosas de uma amante do passado, e apoiar sua atual parceira, que estava magoada por ver seu ex-marido com o atual companheiro (o seu ex-melhor amigo) que mais tarde teve uma confusa influência neste
trabalho.

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Deixe seu comentário