Você adicionou um produto ao carrinho
Continuar Comprando! Fechar Compra!
O poder da palavra no poder de evocação
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

O poder da palavra no poder de evocação

.

Para os egípcios a posse de um nome e, em especial, de alguma força espiritual, seja ela um deus ou demônio, era algo muito importante, tendo em vista que ao possuir o nome ganhava-se poder sobre a entidade.

Sabemos que dentro de nomes usados, em especial dentro da Cabalá judaica, possuem fórmulas mágicas, filosofia e poder no uso correto das letras que compõem.

Sabendo disso, quando me perguntam: “Como chamar (evocar) uma entidade ou força espiritual?” a resposta é: entre na frequência ideal de vibração (estado alterado de consciencia/gnose) e mantralize o nome ou mesmo faça uma chamada simples de apelo à força que deseja trazer, esse método apesar de simples costuma ter enorme eficácia no uso prático.

Dentre as inúmeras variações desse método, devemos ter sempre em mente que chamar uma pessoa muitas vezes é mais fácil que manda-la embora, se você não tem conhecimento sobre limpezas, banimentos e exorcismos em geral, sempre sugiro começar por forças mais amenas e menos desequilibradas.

Portanto, a partir de agora, aquela frase de bingo: "Chama que vem!” fez todo sentido!
Lembre-se que a Intenção por trás das Palavras é a Força Mágica em Ação.

Chame alegria, força, vigor, amor, paz e sabedoria, todos essas qualidades estão representadas em forças espirituais, estude e coloque em prática!

Lembre-se: A palavra cria e destrói, abençoa e amaldiçoa.
Faça bom uso!

Gostou? Salve o post e compartilhe marcando quem precisa lê-lo! 

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Deixe seu comentário